sábado, abril 5

Projeção e análise do índice BOVESPA

Neste post vou começar comentando sobre outro post que fiz a 2 anos atraz, depois mostrar a continuidade da queda que vem acontecendo desde 2010 e uma leitura importante: Uma possível alta de curto prazo.


Em maio de 2012, eu publiquei uma analise do índice BOVESPA, usando o ponto de vista do investidor estrangeiro, que é o índice BOVESPA indexado ao dollar (IBOV/dolar). Naquela época, o gráfico do IBOV mostrava um suporte forte de mais de 20 anos e por causa disto, muitos estavam comprando "fortemente" pois acreditavam que estavam num período de preços baixos (veja ponto 10 neste link). A idéia central do post que publiquei (clique aqui para ver) dizia que este suporte de 20 anos não existia quando usavamos o IBOV/dolar. Consequentemente, muitos estavam confiante com um suporte histórico de 20 anos, enquanto que quem via o IBOV/dólar, que é a grande maioria dos investidores, notava que não existia suporte nenhum e tinha espaço pra muito mais quedas. Veja a analise completa no post anterior clicando aqui.



O gráfico acima e o mais detalhado abaixo não são gráficos do IBOV, mas sim, o gráfico do IBOV indexado ao dólar (IBOV/dolar). Utilizo este gráfico pois eu acredito que estes sejam visualizado por muito mais pessoas com poder de decisão do que o gráfico padrão do IBOV. Não só o capital estrangeiro se baseia neste gráfico, mas também grandes empresas brasileiras. Somente pessoas físicas brasileira (em média, claro!) são os que fazem leitura usando o gráfico do IBOV, o que corresponde a somente 10% de todos que operam na BOVESPA.


Clicando do gráfico acima, podemos notar que quando o suporte de alta foi quebrado em Maio de 2012 (ponto 1 no gráfico), um canal forte de baixa foi gerado, que vem se mantendo já faz 4 anos. Este suporte vem sendo testado, nos pontos 2 e 3, e talvez poderá também ser testado novamente num futuro próximo. Caso este suporte seja rompido, existe um grande suporte psicológico (ponto 4 no gráfico), que é justamente fundo do poço da crise de 2008. Existe uma chance real de chegarmos lá, o que será muito bem vindo pois será um ótimo ponto pra compras.

Em caso de alta, o índice poderia chegar a testar a resistência formada por este canal de baixa de 4 anos (ponto 5 no gráfico). Caso esta resistência seja rompida, poderíamos testemunhar o começo de um novo ciclo de alta. O que será muito bem vindo também. Bolsa é assim, se ela sobe a gente acha bom, se ela desce a gente acha bom também.

Reparem num indicio de forte alta de curto prazo. Primeiro, reparem nos dois fundos mostrados pelos pontos 2 e 3 no gráfico. O ponto 3, formado em março de 2014, está localizado abaixo do ponto 2, que foi  formado em julho de 2013. No entanto, quando olhamos para o índice de força relativa (IFR -gráfico vermelho localizado na parte inferior do gráfico principal) vemos que a minima formada em março de 2014 está muito acima da minima formada em julho de 2013. Em outras palavras, a linha azul (ponto 6) está subindo e a linha azul (ponto 2 e 3) está descendo. Isso é um indicio forte de reversão de tendencia (Quem quer se aprofundar em IFR, clique aqui).

Concluindo, esta alta que começou dia 19 de março de 2014 tem tudo para continuar subindo no curto prazo, podendo chegar a testar até mesmo a resistência no ponto 5. Ou seja, ainda tem espaço pra mais altas no curto prazo. Mas com a Copa e as eleições chegando, muita coisa pode acontecer. Existe tantos cenários que não há como fazer previsão nenhum. Isso é no máximo uma leitura atual do mercado.

8 comentários:

Uorrem Bife disse...

Olá Tiago, eu não acredito em linhas de tendência nem em canais, acho falho, da mesma forma que não acredito em candlesticks. Para analisar IBOV a única coisa que eu faço é colocar o gráfico no período mensal e analisar o IF2, vai ser difícil explicar aqui, depois faço um post a respeito. De acordo com este critério o momento é de sobre-compra, mas não indica ainda exaustão de mercado comprador. Gosto também das médias móveis do período mensal, e sob este ângulos as próximas resistência são 53.400 e 54.600.

dimarcinho disse...

Fala, Tiago,

apesar de haver certas teorias interessantes acerca dos movimentos dos preços, simplesmente isso não existe. rsrsrsrsrs

Nós, seres humanos, é que enxergamos essas tais "tendências".

Veja este seu post:
http://castroesilva.blogspot.com.br/2008/07/projees-para-aes-da-vale-petro-e.html

Vc utilizou os mesmos princípios de análise daqui.... PETR4 a 33 vc considerava um forte fundo. Ela foi a 16 na época.

Enfim, não acredito em nada disso...

Acho que os gringos estão muito mais preocupados com a situação Macroeconômica do país do que com o gráfico IBOV/Dólar.

Mas, verdade seja dita: muita gente usa os gráficos e, quer queira ou quer não, acaba funcionando como naquela história do cara que vê o futuro da sua morte e acaba realizando uma sequência de ações que justamente culminam em sua morte. Se ele não tivesse visto o futuro, teria morrido? hehehe

[]s!

dimarcinho disse...

Ah, parece que os traders profissionais conseguem taxas de acerto na faixa de 50-60% (não tenho certeza, mas li por aí)

50% é o mesmo que o lançamento de uma moeda, ou seja, é quase que randômico.

É melhor trabalhar com a gestão do risco do que perder horas em análises....

[]s!

Tiago Castro e Silva disse...

Ola Uorrem BIfe

Eu tambem ja deixei de seguir candleSticks a muito tempo. Isso soh serve pra quem eh viciado em Intraday. E mesmo assim eh bem falho. Ja suportes e resistencias, eu levo em consideracao. Nao que eu acredite nos suportes e resistencias. A verdade eh que eu acredito que muitos levam isso a serio. E se o mercado acredita, entao ela eh respeitada. Gostaria muito de ler a respeito desse IF2. Vou ficar alerta em seu blog.

------------
Fala DiMarcinho

Voce comentou q nós, seres humanos, é que enxergamos essas tais "tendências". E eh isso mesmo. Mas eh ai que ta o pulo do gato. Nada disso existe, mas o fato do povao acreditar acaba fazendo com que essas tendencias se concretizem. E dai, a importancia da leitura de tendencias.Exatamente como a sua analogia sobre a morte, eh exatamente isso. Nao existe verdade em analise tecnica, mas sim leitura psicologica do mercado. Eh uma tentativa de ver o que o povao ta pensando. E se o povao ta pensando que tem um suporte em 12 reais, quando chegar em 12 reais vai todo mundo comprar e o valor voltara a subir, concretizando assim o suporte. hehehe.

Mas eu concordo com vc, essa historia de enchergar tendencia... isso eh uma mera leitura psicologia. Nao existe analise tecnica.

Sobre o grafico da Petro, eu realmente achava 33.XX um forte fundo. Tanto que eu me desfiz da PETR4 quando a Petr4 chegou a 31.XX (ou seja, fundo rompido). Ainda Bem.

Preciso postar mais sobre analise fundaentalista. Analise tecnica ta mais pra analise psicologica.. hehehe

Valew pelos comentarios.

dimarcinho disse...

Fala, Tiago,

sim, análise psicológica e tals, ok.

Mas e o percentual de acerto? É praticamente aleatório... mais fácil jogar uma moedinha pro alto. E, neste ponto, mais importante que acertar a previsão é realizar um correto manejo de risco do patrimônio...

[]s!

Tiago Castro e Silva disse...

Fala Dimarcinho,

Pelo pouco que aprendi, podemos separar analises de mercado em tres diferentes grupos: Analise Fundamentalista, Analise Gráfica e Analise Técnica.

Analise Grafica está mais relacionado com a psicologia do mercado usando preços, enquanto que a analise técnica está mais relacionado com a matemática do mercado usando preços. E por fim, analise fundamentalista se baseia em varios dados internos da empresa, bem como alguns dados externos do mercado como um todo.

O mercado é muito mais emocional do que racional, portanto, analise técnica pode ser jogado fora. Realmente não funciona. Já analise gráfica, podemos tirar informações interessantes.

Sinceramente, eu concordo com vc que existe acertos e erros em qualquer analise. No meu ponto de vista, analise grafica e analise fundamentalista possuem a mesma taxa de acertos. Não acertam semprem, mas é possivel tirar mais acertos do que erros.

Já analise técnica, acredito ser furada.

Tiago Castro e Silva disse...

Obrigado pelos comentários. Meu próximo post terá um foco diferente justamente por causa dessa discussão aqui. Valew

Uorrem Bife disse...

*IFR2