terça-feira, abril 1

Mochilão Azteca

Viagem realizada entre os dias:
20/03/08 à 30/03/08



Trecho São Paulo - México City (20/Dez)
Comprei a passagem onde estava mais barato. Compania COPA Airlines. Muito boa. Pode pedir bebida a vontade que eles não fazem cara feia. hehehe
Preço: aprox. 1700 reais - Ida e Volta.

México City (20/Mar)
Chegamos na cidade do méxico dia 20 na hora do almoço e fomos direto para o Albergue. Encontrei minha namorada, que chegava em outro voo, na fila da imigração. Muita coincidencia. Ai vai algumas dicas da cidade e o que fiz nestes 3 primeiros dias de cidade do méxico.

- Hostal Moneda
Hotel muito bom, mas nos andares mais altos, a agua não fica tão quente. Pegue quartos no primeiro ou segundo andar. No ultimo andar, possui uma area social com barzinho e internet gratis. Muito bom. Cervejinha barata e muita confraternização.
Preço: 20 dolares por pessoa a diaria.(quarto com banheiro privado)

- Teotihuacan
No dia 21 de Março, resolvemos conhecer a Cidade do Sol Teotihuacan. Para chegar é muito simples e barato. Pegue o metro e vá para o "Autobuses del Norte". Depois, vá para a seção 8 e lá tem vários guiches que fazem conexão para Teotihuacan.
Simples foi chegar lá e bem barato, mas uma coisa a gente não esperava. A quantidade de pessoas presentes no local. Muita gente. Dia 21 de março é o dia do equinócio da primavera, um dia muito especial para os mexicanos, e muitos vão para Teotihuacan como um ritual de renovação. E nós presenciamos tudo. Muito interessante. No entanto, tinha muita gente querendo subir a piramide do Sol (a maior) e porisso não pudemos subir. A fila era a maior que eu já tinha visto em toda minha vida.
Mas subimos na piramide da Lua (a menor) e a vista não deixa a desejar. Magnifica.
Valeu a pena conhecer a maior pirâmide das américas.

- Centro da Cidade
No dia 22 aproveitamos para conhecer o centro histórico. O hostal Moneda fica a meio quarteirão da Catedral Metropolitana. Uma das mais bonitas e majestosas que eu já vi. E uma praça central perfeita. A bandeira no centro da praça tambem é muito bonita.
Andando a pé, chegamos até ao Teatro das Bellas Artes. Vale a pena passear lá. E depois fomos direto para o metro conhecer um shopping. Fomos ao Shopping Coyoacan que fica do lado do ponto Coyoacan. Vale a pena ir.

- Linhas de metro
O metro da cidade do México é muito organizado e muito informativo. Tem mapas explicativos em todo metro. Só evite o horario de pico, entre as 6h e 7h da noite, pois querendo ou não, vc está na maior cidade do mundo e o metro vira o inferno na terra, mas nos outros horarios é tranquilo. 0,40 centavos de reais cada passe, com conexões inclusas.

Acapulco (24/Mar)
Pegamos um onibus para Acapulco no Terminal do Sul. Fica no ponto de metro Tasqueña. Muito facil. Evite sempre o Taxi, pois eles metem a faca nos turistas, e o metro salva a gente sempre. O onibus para Acapulco foi excelente, tinha até aeromoça e lanchinho, parecia avião. e o preço foi de 32 dolares por 400 Km. Preço normal para o padrão do Brasil.

- Hostal K3 youth hostel
Ficamos os dois primeiros dias neste hostel. Bem legalzinho. Uma cama de casal e uma de solteiro em cima. Mas o quarto é privado, com banheiro compartilhado. O chuiveiro parece uma bica, parece uma torneira, e agua temperatura ambiente, mas acapulco é tão quente que a temperatura é mais do que ideal. E o hostel tambem tem uma area de convivencia e um barzinho com cerveja barata. Muito bom ficar na varandinha tomando uma.
Preço: 15 dollares por pessoa por dia.

- Hotel Hyatt Regency
Os dois ultimos dias, ficamos em um hotel 5 estrelas bem chique, pra sentir o gostinho de mordomia, pois ninguem é de ferro. O hotel é muito bom, mas os funcionários deixam a desejar. Erraram nosso quarto e davam informações erradas o tempo todo, por falta de conhecimento mesmo. Mas o hotel compensou esses probleminhas. A vista é perfeita. e a piscina não dá nem pra falar. Deu pra relaxar bastante.
Preço: 110 dollares a diaria por quarto.

- La Quebrada
Esse é um dos pontos turisticos de acapulco. Bem interessante. Os Clavadistas (Saltadores) fazem pulos das pedras rochosas do litoral oeste. Parece bem perigoso, mas eles são profissionais e muito brincalhões. Para chegar lá, não pegue taxi. Pegue um onibus na avenida Costeira (A principal) e peça para ele te deixar próximo a La quebrada (Verifique o sentido certo, esquerda ou direita). Depois o resto vc anda a pé, o resto é 500m. Os horarios são todos os dias entre as 6 e meia e 10 e meia.
Preço: 4 dolares.

- Baladas
Olha galera, em frente ao hostel K3 encontramos muitas baladinhas, mas só saimos um dia. nesse dia pagamos 150 pesos, o que dá 15 dolares, para beber tequila a vontade e open bar de tudo o que é tipo de bebida. E mais... Esse dia caia na semana do Springday dos estados unidos, e porisso tava cheio de americano. Eu achei que as coisas seraim bem mais caras... mas pagar 150 pesos para beber tequila de graça em pleno feriado americano, foi até barato demais.
Fica no bairro condesa, na Av. Costera em frente a praia.

-Praias
Cuidado, o povo lá metem a faca só pra vc sentar nos guarda-sóis. Prefira ficar sentado em quiosques, pois eles não cobram pra você sentar. Mas verifique o preço da bebida antes. E pechinche, pois eles abaixam o preço sim. Ah, e as praias do norte de acapulco são mais suaves, com ondas leves. Já as praias do sul são mais ingremes, com ondas do tipo pancadas.

México City (28/Mar)
Voltamos dia 28 de madrugada, enrolamos em acapulco o dia 27 o máximo que a gente pode, e pegamos o onibus as 1h da manha. Dormimos no onibus. Valew a pena pois economizamos uma diaria em hotéis, mas ficamos bem quebrados no dia seguinte. Se forem fazer isso, certifiquem-se de ter uma namorada ou namorado para uma boa massagem no dia seguinte. Será muito util e agradavel.

Voltamos a ficar no Hostel Moneda quando chegamos. Valew a pena ficar lá no começo da viagem. O unico lugar onde tinha internet gratiz, café da manha e jantar, tudo gratiz. E olha que a janta é MUITO BOA. Não perde muito pra comidinha da mamãe não. Eu garanto.

- Bosque Chapultepec
Não deixem de ir neste bosque. É bastante tradicional. Todo mundo lá chama de zoologico, mas eu não vi nenhum animal, só esquilos soltos, porisso to chamando de Bosque. Mas é bem tranquilo. Em plena cidade mais populosa do mundo. Tem até pedalinho no bosque, em um lago no centro do parque. Dá para chegar de metro. É só sair no ponto
Chapultepec, fazendo as devidas baldeações.

-
Museu Nacional de Antropologia
Fica ao lado do Bosque. Dá pra ver os dois no mesmo dia. E vale muito a pena. Não é só um mero museo onde se vê vaso quebrado e pedra talhada. Esse museu é muito rico em informações, justamente porque as civilizações que habitavam o méxico estavam todas vivas e fortes na chegada dos espanhóis. Então há muita informação, coltura e história para se ver lá.
Se fala bastante das Culturas Mayas e Aztecas. Lembrando que no México, eles gerenalizam a cultura azteca como uma muito mais ampla chamada cultura Mexica.

- Alimentação
Você encontrará muitos tacos na região de Acapulco e Mexico city, mas não encontrará muitos burritos. Burritos é uma comida tradicional do norte do méxico, assim como a Tapioca é mais comum no nordeste. Não pense que vc vai encontrar burritos em cada esquina, pois não vai.
A gente sofreu até encontrar e infelizmente eu perdi o nome do restaurante para passar a vocês, mas fica perto da praça zocallo na rua 3 de mayo. E o burritos é servido como aperitivo e não prato principal, mas é muito bom.


Outras Informações úteis

- Cartão de Crédito/Débito Internacional

Cuidado Extremo. No méxico não existe cartão de crédito e débito em uma só tarjeta. Se você chegar no méxico com um cartão de banco com crédito e débito juntos, a máquina deles reconhecem só a de crédito. Não adianta passar no débito que você não vai conseguir.
Então, se você pensa em fazer gastos no débito, peça ao seu banco que envie um cartão somente de débito, sem crédito embutido.
- Táxi
Não existe taxímetro, o preço é combinado. Se estiver acompanhado, negocie sempre o preço para todas as pessoas, principalmente em acapulco. Eles dobram os preços para turistas.

2 comentários:

filomena disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
filomena disse...

Foi mal irmão, só tava testando, é que essa parada de Filomena é um fake da\ minha irmã. Maneiríssima tua trip, li tudo. Tô indo dia 7 num mochilão bem roots pela America Central, vou ficar um mês e pretendo passar por Cuba e Jamaica, ultimamente tenho pensado no México, tuas iformações serão inspirações, certamente. Abraço. Apoena(apoena_r@hotmail.com) Ah! Se quiser umas dicas de um amigo mochileiro, já viajei por altos picos legais aqui no Brasil e na Gringa também, valeu?